ANTERIORLook do dia: saia assimétrica PRÓXIMOComo usar 3 tons de amarelo
26 de junho de 2015

A perseverança inspira

Quando começamos a pensar na próxima entrevistada da nossa série Mulheres que Inspiram a primeira pergunta que nos impusemos é: “o que essa mulher pode ensinar para a gente?”. Quando fizemos a pergunta frente ao nome da cantora gospel Bruna Karla a resposta foi simples: “essa história inspira pelo poder de superação, pela entrega ao amor de Deus e da família”.

Bruna Karla cantava desde pequena e com 5 ou 6 anos começou a receber convites para cantar na igreja que a família frequentava, no Rio de Janeiro. Com o apoio dos pais, em pouco tempo estava participando de cultos também em outros estados, como Minas Gerais e Espírito Santo. Detalhe importante: sua mãe sempre foi sua maior incentivadora – a ajudando a ensaiar e a orientando sobre como conciliar sua carreira precoce com a vida normal de uma criança.

A cantora relembra que “ainda criança, era tudo lindo e legal, mas a minha mãe nunca me deixou levar isso na brincadeira. Não que ela tenha me forçado. Nunca foi algo como ‘você tem que cantar’, sempre foi uma opção, ‘você quer isso, Bruna?’. Porque ela jamais me deixou parar de estudar ou de brincar. O que ela fazia era me ensinar a importância de fazer bem feito”.

De ontem em franca… Foi tremendo glória a Deus!!!!

Uma foto publicada por Bruna Karla (@brunakarlabk) em

Mas, como para todo mundo, nem tudo são flores e o primeiro golpe para testar a perseverança de Bruna Karla veio igualmente cedo: quando ela tinha 13 anos, sua mãe – a quem considerava sua melhor amiga – ficou doente e morreu em pouco mais de dois meses. Mesmo que a família sempre a apoiasse, era sua mãe a pessoa que mais a ajudou e a incentivou incondicionalmente. O apego era tão grande e seu maior medo era perdê-la. E no fim, foi o que aconteceu.

Por tudo isso e pelo fato de Bruna ser muito nova, o ocorrido é considerado pela cantora “um dos momentos mais difíceis da minha vida”, pois foi nele em que Bruna Karla pela primeira vez questionou sua carreira. Segundo ela “foi quando eu pensei em desistir de tudo, da música, da vida”. Mas o momento pesado passou com a ajuda e apoio do seu pai, irmã e também do pessoal da gravadora, além da fé. “Mesmo quando estava sem esperanças, eu não me afastei de Deus. E ele me ajudou, me estendeu a mão e colocou a paz que eu precisava no meu coração”. E sabe o que a motivou a continuar firme e forte?

O sentimento de que não podia decepcionar a mãe. “Eu fui em frente com a certeza que ela gostaria que eu continuasse. Eu não podia decepcioná-la”, relata Bruna. O tempo passou, novos desafios surgiram e novas batalhas foram vencidas. Até que, em 2007, Bruna se casou e, logo depois, teve outra perda: a perda do seu bebê ainda não nascido. Dizem que Deus escreve certo por linhas tortas, né? Por isso mesmo o sonho de ser mãe foi adiado só um pouquinho para Bruna: pouco depois essa linda engravidou de novo.

 

O Benjamin nasceu prematuro e ficou 32 dias no hospital. Bruna conta que “quem já passou por isso sabe como é sair da maternidade sem seu bebê e voltar diariamente para ficar ao lado dele. Hoje ele está bem, cheio de vida e saúde, mas durante esse período de internação eu prometi para Deus que quando ele saísse dali eu daria mais tempo para as pessoas que precisam, principalmente em hospitais e orfanatos. E ali começou o projeto Sou Humano”.

Bruna explica que ainda não tem condições financeiras de se comprometer com uma instituição.  “Mas, por meio do projeto faço o que posso por lugares que precisam de compras, obras, uma reforma. Quero construir algo que mostre como a gente ama e que quer cuidar do próximo”.

Conclusão: atualmente Bruna só enxerga – seja no passado, presente ou futuro – música e amor. A música é sua forma de expressar gratidão a Deus e a todas as pessoas que transformaram sua história, enquanto o amor é sentido diariamente com seu marido, filho, irmã, amigos e todos aqueles que apreciam o seu trabalho e ficam felizes com a forma como a cantora transmite a mensagem na qual acredita.

Comente